11 de mai de 2014

A temperamental, Aquarela.


Um dia desses, passeando pela casa, meio sem querer, tropecei na minha mais nova terapia. Aquarela. Filha de pintor que sou, vivo no meio das tintas, e admito que nunca tive muito talento pra essa coisa de desenhar. E nem muito interesse, na verdade. Como já sabia mais ou menos a teoria de pintar com a aquarela, resolvi tentar brincar um pouquinho com elas. Quase duas horas depois que consegui perceber que fazia muito tempo que eu estava ali sentada e tudo a minha volta estava meio colorido. Não tem como não se apaixonar por essa técnica. E cores.


A aquarela é uma arte super antiga. E acho que um dos motivos pelos quais ela tá a tanto tempo por ai e a quase "vida própria" que a tinta tem. O que você imagina, geralmente, acaba ficando meio perdido no caminho, e a arte passa a ser uma criação sua e do momento. A forma como o papel absorve a tinta e como as cores se misturam só são controladas até um certo ponto. Mas é essa característica que dá toda a graça a ela.


O tipo de papel e o tipo de pincel interferem muito quando você vai pintar. Dentre os especiais para pintar com aquarela, ainda existem variações que são escolhidas de acordo com a sua intenção. Nessa técnica, é muito difícil conseguir reparar um erro, sendo um dos motivos pelos quais você tem que fazer desse livre arbítrio da aquarela um aliado, e não um problema. A pintura de aquarela sempre começa das cores mais claras para as mais escuras. O que será branco precisa ser reservado antes de começar a usar as tintas, deixando o espaço no papel. Uma vez que aplicada a tinta no papel, mesmo que você possa deixar mais claro, não tem como voltar ao branco.


Eu tive a oportunidade de usar tanto a aquarela de palheta quanto a de bisnaga, e particularmente, prefiro a paleta. O motivo não é relacionada o qualidade e nem a facilidade de pintar com alguma das duas. Todos esses aspectos tão exatamente iguais, mas a de bisnaga eu sempre tenho a sensação que estou desperdiçando tinta. E a de paleta, como é só molhar o pincel e passar ali em cima, acho que esse desperdício é evitado. 



Você pode brincar com as texturas também. Combinando a base molhada com a segunda aplicação seca, você tem um resultado bem diferente de usar as duas molhadas, ou se a base for seca e a segunda aplicação molhada. Nessa imagem eu tentei (terrivelmente) mostrar pra vocês essa diferença, e tem uma legendinha meio fajuta pra vocês se orientarem. 


Os preços das aquarelas variam muito, assim como os dos papéis e dos pinceis ideais, mas acho que pra quem quer conhecer essa arte, não precisa de tanto investimento assim. Um pincel grosso e o outro fino é suficiente, e o papel a gente pode improvisar com esses que todo mundo tem. Mas acho que vale a pena investir se você tomar muito gosto pela arte, depois de ter começado com as coisas mais simples. E ai, vocês estão tão apaixonados quanto eu? Mande suas criações para a gente, caso esse post te inspire! 

11 comentários:

  1. Muito fofa essa postagem. Amei muito as imagens e todo o texto. Vou fazer pinturas aquarelas ^-^ as suas ficaram lindas :3

    Beijos
    anjos-deplantao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Own! Muito obrigada, Mara. É muito legal saber que você gostou. Faça sim, e manda pra gente! Vou ficar esperando.

    ResponderExcluir
  3. Sei muito bem como é. Adoro desenhar e adoro ainda mais com aquarela. Nas férias acho que vou me jogar no assunto. http://garotadonordeste.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquarela é uma delícia! Manda pra mim seus desenhos, fiquei curiosa agora.

      Excluir
  4. Sou péssima em desenhos, mas admiro muito a arte! E adoro desenhos em aquarela <333
    Amanda, como você fez o rodapé do seu blog? Procuro vááários tutos e nunca acho. bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também custei a achar! Vou ver se acho o tutorial aqui no meio pq não tenho nem ideia de onde tirei ele HSIUAHIUHA

      Excluir
    2. Obrigada!! Eu estava procurando há um tempo... sério, mas todo os que eu achava, não ficava com a largura total do blog e ficava horrível! Bjss

      Excluir
    3. Por nada! hahah Eu aaaaaaacho que foi esse http://nataliamedice.blogspot.com.br/2013/03/rodape-do-blog-personalizado.html

      Excluir
    4. Obrigada, Amanda!!! Denovo.

      Excluir
  5. Eu adoro pintar com aquarela, apesar de ainda não levar muito jeito mas eu vou tentando. Uso a tinta de paleta mesmo, daquelas comuns para criança, e mesmo assim é mágico <3
    galeriacliche.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A de paleta é mais confortável mesmo pra usar. E como deu pra ver, eu também não levo jeito. Hahaha Só acho gostoso. Deixa eu ver suas pinturas!

      Excluir

© Conspirantes - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda Montt.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logoimagem-logoimagem-logo