Conspirantes | DIY, decoração, comportamento, inspiração e mais!

12 de jun de 2014

Método para ter ideias instantâneas

❤️

A falta de ideias é uma das reclamações mais constantes que vejo pela internet. Como eu não costumo ter muito esforço para ter alguma ideia, geralmente me pedem muito dica de qualquer coisa. Agora vou te ajudar a ter suas próprias ideias com mais facilidade e espontaneidade. Seja para um post, um livro, um conto, um desenho, um projeto ou o que for - ter ideias é essencial! Vamos começar?

1. Tenha mente aberta. Antes de criar qualquer coisa, você precisa saber aproveitar qualquer coisinha.  E buscar inspiração de qualquer coisinha. Não é porque o que você pensa não é 100% o que você gosta ou não é sua obra-prima já pronta que você já pode riscar da sua lista mental e migrar para um próximo nicho.  Ter consciência disso já é um grande passo para começar. E, para a prática, você vai começar precisando de uma folha de papel.

2. Prepare a criatividade com vídeos, músicas, fotos e um passeio em blogs/sites legais. Tenha um mural de inspiração. Crie em um lugar que seja 'a sua cara'. E tenha sempre 'coisas' perto de você. Um lugar vazio é bem mais difícil para gerar ideias do que algum em que todo lugar que olhe, alguma coisa mexa em você. E alguma coisa vai começar a brotar aí no fundo - e se essa coisa não germinar e virar um plágio, provavelmente vai ser uma boa. Você pode ver os vídeos e manter as fotos perto de você enquanto navega nos sites ouvindo música, ou, caso seja informação demais e você tenha dificuldade de fazer ligações ("essa foto me lembra tal coisa que se relaciona com tal coisa que essa música me lembra" ou algo assim), faça coisa por coisa. E não largue a folha de papel.

3. Faça um brainstorm. Agora que você já tem aquela vontade de criar algo legal, que tal começar a anotar? Pode ser palavras avulsas, alguma frase qualquer, um desenho... E das criações primárias, vá puxando setas e anotando o que aquilo te lembra. Você desenha uma árvore, puxa uma seta para uma casa na árvore, que te lembra a palavra 'rústico', que te lembra um restaurante no estilo que conheceu em Portugal, por exemplo. Agora você vai escrever uma história que se passe nesse restaurante. Pensei nisso em menos de quatro segundos porque já tenho um brainstorm mental 'treinado'! É aleatório, entendeu? E quanto mais aleatório, melhor! Faça isso sempre! E não fique preocupado em fazer algo organizado de cara: preocupe-se em criar algo bom. Não perfeito. Apenas tenha um bom ponto de partida.

4. Abrace as ideias mais idiotas. Voltando ao número um, aprenda a aproveitar ideias. A rima pode ser besta, o enredo pode ser maçante e o título, pior ainda, mas alguma coisa você vai acabar aproveitando daquilo. 

5. Desenvolva e faça esqueminhas. Agora você vai organizar toda a loucura do seu brainstorm. Separe em categorias e descarte tudo o que não pôde ser aproveitado. Essa organização é uma parte gostosa de fazer e reescrita vai te trazer mais ideias, e te dar a chance de aperfeiçoar.

6. Coloque em prática! Agora que você já teve suas ideias-base, já tem uma noção boa do que gostou ou não. Crie seu próprio método para realizar a ideia que teve. Por exemplo: você teve uma ótima ideia para um DIY de uma carteira. Primeiro você compra os materiais, depois carrega a câmera, depois anota o passo-a-passo... E não descarte as ideias razoáveis - elas podem ser úteis em um próximo brainstorm.

Gostaram das dicas? Te ajudaram? Conta pra gente!

11 de jun de 2014

Uma lição de autoestima com Neil DeGrasse Tyson


Quem me conhece já há alguns anos (espero que ninguém por aqui hehe) sabe que eu já tive uma longa fase de pura paixão com a astronomia e, principalmente, com a astrofísica.
Passada a versão mais geek da minha existência, posso confirmar que aquela liçãozinha boba ensinada em várias religiões tem, sim, seu fundo de verdade. Tudo a nossa volta é uma chance de aprendizagem.
Eu poderia muito bem vir aqui declamar sobre a 'criação' turbulenta do Universo ou sobre as leis básicas da Física (que você finge conhecer no colégio, entre um cochilo e outro), mas tem um cara tão incrível, mas tão incrível especialista no assunto que seria um desperdício eu fazer do Conspirantes uma  nova sede virtual do MEC.
Neil DeGrasse Tyson é simplesmente um dos maiores astrofísicos vivos (!) e se todos os prêmios e menções de honra dedicados a ele não forem suficientes para te seduzir, te apresento o vídeo a seguir. Nele, DeGrasse me deu (indiretamente) uma das lições mais bonitas sobre auto estima e sobre o que, científica e metaforicamente, a gente é.



Daqueles mantras audiovisuais para levar pra vida e para qualquer bad time.
E, ah, você provavelmente já conhece o Neil de um outro fenômeno virtual e nem sabe. Ou vai dizer que ele não te lembra alguém especial?!

Como saber se está em um casamento hipster?

Are you at hipster wedding?

Estava no Pinterest e reencontrei essa ilustração fantástica. Toda ilustração que funciona como um radar-hipster é fantástica para mim. Me senti na obrigação de compartilhar com vocês essa para identificar um casamento hipster. Serve inclusive de dica para você que quer mesmo ter um.

10 de jun de 2014

Barateando cosméticos com Lalina!

Mazel Tov | via Tumblr

Sou a louca das economias (embora muito consumista também). Dessas que vai comprar online e abre 80 abas comparando preços, fretes e tudo mais que tiver direito. Recomendo a todos fazer isso. Quem nunca passou aquela raivinha de comprar alguma coisa e reparar que tinha o mesmo produto beeem mais barato em outra loja minutos depois? Ô, como tive. E conheci um site que vai te ajudar a não tê-la mais!

O site Lalina te permite comparar preços perfumes, maquiagens, acessórios diversos, produtos para cabelo, unha, corpo e banho... E homens também tem seu lugar lá, viu?  além de poder conferir várias dicas de beleza no blog, você ainda pode adicionar os produtos aos favoritos e criar coleções! Categorizar os produtos em 'para viagem', 'para balada', 'dia a dia', 'pele seca', 'encontro', 'faculdade'... Muito útil (e muito legal), né? Olha só a primeira que fiz:

(a coleção pode ser uma forma de 'controle de wishlist' também!)

O bacana é que isso pode ser útil em n formas para você. Você pode classificar a maquiagem que usa para cada ocasião (um Ruby Woo para todas, por favor! hehe), e isso pode facilitar para as horas em que você for se arrumar e não tiver muita noção do que usar. Também vai ajudar quando tal maquiagem acabar e você quiser comprar mais - está já separada ali - e com um preço ótimo. Pode também usar como 'indicados' e os próximos produtos que vai testar, por ter, por exemplo, ouvido muito bem a respeito. E pode fazer as amigas usarem também, e nunca errar na hora do presente! ;)


Lá você encontra Azzaro, Dior, Prada, Lancôme, DKNY, Chloé, Calvin Klein, Carolina Herrera, Maybelline... Muito amor. E as diferenças de preços são assustadoras! Olha só:


Quem gostou do site? Corre lá que dá para cadastrar pelo Facebook (e não vai postar nada na sua página, hahah relaxa!) 

*Esse post é uma publicidade. O Conspirantes apenas divulga empresas em que confia.
© Conspirantes - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda Montt.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logoimagem-logoimagem-logo