26 de mai de 2014

Quero morar sozinha: e agora?


Aí você pensa “Ok, quero meus horários, minha própria vida, meu espaço. Vou morar sozinha”. Se você já reavaliou mil e duzentas vezes esta possibilidade ou se já está no próprio espaço, aí vão algumas dicas para encarar da melhor forma possível um passo tão grande quanto esse:


Faça dinheiro
    Não adianta morar sozinho se você ainda tiver que depender dos seus pais para as despesas. Se quer encarar as próprias responsabilidades, tenha grana para água, luz, telefone, internet, condomínio, aluguel (ou financiamento do próprio imóvel), roupas, comida, lazer e emergências. Principalmente emergências. Faça as contas de quanto gastaria em média, pagando serviços e produtos básicos, e tenha meios de conseguir mantê-los.


    Mantenha-se organizada
      É essencial fiscalizar se cada coisa está em seu devido lugar sempre, em todos os cômodos de seu imóvel. Pra quem mora sozinha, mais do que estética, organização é um fator principal de “sobrevivência”. Faça listas, inclusive listas das listas que precisa fazer. Se você chegar ao estágio de saber onde tudo está de olhos fechados... pratique mais um pouco. Neste post aqui do Conspirantes mostramos algumas formas de organizar sua mesa de trabalho.


      Invista no necessário (não no supérfluo)
        Antes de comprar quadros fofos para colocar na parede, lembre-se que você vai precisar gastar com eletrodomésticos e outros itens de necessidade básica. Não se esqueça também dos investimentos em segurança. Há diversas pequenas coisas que a gente precisa começar a pensar ao morar sozinha. Por exemplo: segundo a Minutos Seguros, um dos principais problemas causados pelas chuvas é a queima de aparelhos por conta de descargas e raios. É mais importante investir em uma capa de notebook ou em um seguro para proteger seu computador? Leve tudo isso em conta na sua planilha de gastos.


        Mantenha os pais por perto
          Se sua opção de morar fora foi para se livrar deles, volte duas casas. Eles é que vão te dar apoio e ajudar a enfrentar essa experiência. Além do mais, para eles é muito difícil te ver tão grandinha, tomando essa decisão. Não torne tudo pior.


          Prepare-se para ficar sozinha
            Parece meio óbvio, mas isso é importante. Você encara bem um resfriado sem ninguém pra te fazer uma sopinha? E se esquecer a toalha do lado de fora de banheiro, vai gritar pra quem? E aquele bicho peçonhento perto da pia?


            ... Nem tão sozinha assim

            E se suas melhores amigas morassem com você? Seria muito divertido, as contas ficariam mais tranquilas e nem sempre seria sua vez de lavar a louça, mas só funciona se houver confiança e respeito entre vocês. É preciso criar um “contrato de convivência” onde todas concordem em não ultrapassar os limites da outra, como não fazer festas sem consentimento, ajudar na limpeza, priorizar as contas juntas... no fundo, um casamento. Preparada?



            Apesar de tudo isso parecer assustador, aqueles sonhos onde existem festas com os amigos, dormir com o namorado e ficar acordada até a hora que quer ainda fazem parte desse grande passo. Ficar só de calcinha e camiseta em um dia quente, sem se preocupar se alguém vai entrar na sala, ouvir suas músicas no volume que desejar, sair e chegar a hora que bem entender, pintar a sala de roxo se quiser... O lado divertido você já sabe, então aproveite essa mudança que com certeza vai mudar sua vida.

            2 comentários:

            1. Decidir se vai morar sozinha ou não é realmente um passo bem difícil de se tomar, porém é preciso avaliar além de todas essas coisas citadas, a real necessidade pela qual você quer sair de casa, porque se a pessoa quer sair de casa por birra ou motivos 'bobos' já demonstra por si só que a pessoa ainda não tem maturidade, agora se você sente a necessidade de sair de casa para realizar algum sonho ou para expandir seus horizontes, então basta planejar que tudo vai dar certo :D

              ResponderExcluir
            2. Olá linda tudo bem?
              Poxa que post polêmico. Eu posso meio que dar minha opinião porque moro sozinha aqui em São Paulo. Antes eu morava com minha madrinha, mas ela faleceu. Sinto muito faltar dela, afinal ela era minha melhor amiga. As vezes eu sentia que estava morando com minha amiga, ao inves com minha madrinha.

              Bom, morar com os familiares é chato demais e mas tem seu lado bom também. Mora sozinha pode ser bom, mas vejo que depende. Por exemplo no meu caso que só passo em casa para dormir. Trabalho e estudo na semana. Jantar ou almoço é tudo na rua. Compro apenas o necessário para os finais de semana. Não chamo amigos para passa lá e nem pra dormir porque sou bem resevada, dica da maah: NÃO CHARME AMIGOS OU NAMORADOS, PQ QUALQUER PROBLEMA QUE ESTIVEREM VÃO ACHAR QUE PODE DORMIR NA SUA CASA E ACABA TIRANDO SUA PRIVACIDADE.
              Meus finais de semana é acordando cedo e fazendo coisas domesticas, a tarde tiro o dia pra mim cuida e a noite vejo o que tem de bom, sair ou mesmo ficar em casa vendo um filme e tlas. Precisa ser bem certo tudo, bem organizado rs!

              Eu gosto de morar sozinha!

              beijo,
              @maahmusic
              www.maahmusic.com

              ResponderExcluir

            © Conspirantes - 2014. Todos os direitos reservados.
            Criado por: Amanda Montt.
            Tecnologia do Blogger.
            imagem-logoimagem-logoimagem-logo