21 de dez de 2013

Resenha: Quem é você, Alasca?


E com esse, fecho o quarto livro que queria ter lido de acordo com minha lista de fim de ano!  Desisti de algumas coisas, mas está quase completa <3 Pretendo resenhar mais livros (tenho uma lista com mais de 30 que quero ler/ter) e vou fechar o ano com mais uma resenha de um livro do John Green.


Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".
'Quem é você, Alasca?' é o tipo de livro que fui obrigada a devorar em um dia e pouco. O livro é feito em contagem: Antes de algo acontecer e depois de ter acontecido. Em dias, mesmo. O 'acontecido' fica mais ou menos na metade do livro, e pode ser deduzido umas duas páginas antes de 'acontecer'. E é aí que você começa a ficar em prantos.


Vamos por partes: Miles (codinome 'Gordo', ironia por ele ser magrelo) tem 16 anos e não tem amigos e a monotonia da sua vida o deixa angustiado. Ele é um obcecado por biografias e as lê de trás para frente, porque a única coisa que o interessa são as últimas palavras das pessoas. Ele não sabe o porquê disso. Mas em uma das biografias, ele leu das últimas palavras de um poeta que falava sobre a busca de um 'Grande Talvez' e decide que precisa buscá-lo.

Ele vai para um colégio interno na Flórida chamado Escola Preparatória de  Culver Creek, onde o pai estudou (mas na época onde só haviam garotos) onde divide o quarto 43 com Chip (ou 'Coronel') e no começo, era só desconfiança. Mas com o tempo, isso se foi, bem rapidamente. Logo no começo conhece Alasca (gosto da história do nome dela) que é uma garota louca , impulsiva e enigmática. Muito enigmática. Ela tem mistérios que nunca vão ser resolvidos e histórias que conta porque simplesmente deu vontade. Logo no começo, sem sequer saber o nome dele, ela já solta a primeira história. E Miles já fica ligeiramente obcecado por ela. Mas, ei, uma pena que ela ama o namorado dela, o Jake! (Não queria falar isso, mas... 'Quem leu, vai entender!' hahah)

Marquei o livro com a proteção do filme da instax (hehe)

Na história, você vai ver a importância que dão à lealdade. É como se na teoria, fosse a escola vs. os alunos, e no meio de tantos trotes e descumprimento-de-regas, dedos-duro nunca são perdoados. Coronel, Alasca e Takumi (e Lara, mas não tanto quanto os outros) são o grupo de amigos de Gordo e mostram isso sempre a ele. 


Você também vai ver as influências dos amigos nos outros. Na personalidade, mesmo. Vai acompanhar Miles mudando muito desde que chega e no decorrer no ano letivo. E provavelmente vai odiar várias coisas em vários personagens, mas eles são reais. Você vai poder se identificar com a auto-piedade do Miles e o fato de que ele vai tentar criar uma fantasia para melhorar Alasca na cabeça dele. E Alasca, tirando todos os cigarros e a bebida... Você vê uma garota perdida. Infeliz. Bipolar e assustada. Uma garota bem egocêntrica, feminista, inteligente, e muito, muito, muito impulsiva! Geniosa, também. Uma garota que se culpa por muitas coisas que aconteceram, e vai entender. Como se fossem seus amigos. Vão todos fazer idiotices e você vai ficar tipo, 'é besteira, mas eu faria a mesma coisa se estivesse no lugar dele'. 


E o que achei mais legal no livro é o acompanhamento das aulas do Velho sobre religião, mas de uma forma bem 'filosófica'. É a busca de uma filosofia de vida, é o 'labirinto de sofrimento', é o 'Grande Talvez'. E vida após a morte.


Sou muito receosa com livros feitos do ponto de vista de um garoto. Talvez agora comece até a preferir estes! Foi o primeiro livro que comecei a grifar as minhas partes favoritas e que quero lembrar depois. Trechos como "Você nunca me entende. Essa é a graça." e "... se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela, um furacão."


O livro é feito com base nas 'entrelinhas'. A trama geral é: Adolescentes. Colégio interno. Drogas. Garota comprometida e bipolar. Bebidas. Antes do 'acontecimento', é isso. Mas você precisa dar mais atenção à parte mais 'filosófica' que já disse. Labirinto de sofrimento, labirinto de sofrimento. O que é o labirinto, como sair. Como cada um lida com o seu.


A versão que comprei é bem diagramada e simples. O espaçamento é ótimo e a fonte é do tamanho ideal. A capa é preta e com a significativa margarida branca. A capa preta me irrita por marcar minhas digitais. Nem parece que desembrulhei o livro dois dias atrás.
E minha nota final é:

Pela raiva que senti do 'acontecimento'! hahah Senti falta de algo mais, um mistério a mais. Mas a história é incrível, as reflexões são sensacionais! Adorei.


Quem aqui já leu? O que acharam?


20 comentários:

  1. Eu quero muuuito ler esse livro, ele parece bem legal.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  2. Parece ser muiiiitcho bom!!!

    Beijos
    shelikesrockn-roll.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Tenho ele aqui como ebook, mas ainda não consegui ler. Adorei sua resenha, muita coragem marcar os livros, eu morro de pena. ahahaha
    Beijos!
    Reenoceronte

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar bastante e confesso que fiquei bem curiosa. Dizem que tudo que o John Green escreve é bom. O título do livro é divertido, gosto da sinopse, gosto da capa e adorei sua resenha! Ficou super completa!
    Quero ler!
    bjss
    Blog Trash Rock
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. QUEM É VOCÊ, ALASCA? É INCRÍVEL E MAIS NADA A DECLARAR.

    ResponderExcluir
  6. Não tinha interesse por esse livro até uma amiga minha começar a ler e falar todo dia pra todo mundo ler também hahaha, ela disse que chorou, que é maravilhoso, então fiquei curiosa.
    Bom, to tentando voltar a ler porque ultimamente eu simplesmente parei. D: Quem sabe adicione esse na minha listinha. *-*

    Beijo s2
    www.quaseatoa.com

    ResponderExcluir
  7. A fama do John Green tá tão grande, que tava confundindo este livro com Cidades de Papel. Eu nunca tinha lido uma resenha de Quem é você, Alasca?, e agora colocarei em primeiro lugar na lista do que quero ler do John.
    O modo como são relatados os acontecimentos é interesse, mas meio confuso também. E parece que dá pra deduzir o que vai acontecer, e isso acho que não é muito legal. Adorei essa capa preta, tenho que confessar que achava a outra edição horrível. Hahaha/
    Blog Nuvens de Crepom Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A da capa com foto? Achei ela tão linda <3 capa preta com minhas digitais não é legal ;-;

      Excluir
  8. Meio que rejeitava o Green até um tempo atrás, resolvi dar uma chance e adicionei esse livro à minha listinha, hoje o comprei mas acho que vou ler somente ano que vem. Todo mundo fala tão bem, espero gostar do livro. Se gostar, quem sabe também faço uma resenha (risos)
    (Muita coragem mesmo marcar os livros, eu só tenho coragem de usar post it, e tem que ter aquele selo de que quando tirar não rasga a folha alskdj)

    pre-escrito.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consigo usar post-it. Ficar tirando pra ler o que tá escrito por baixo me mata de preguiça! uahuhaah

      Excluir
    2. Eu uso o flag, que é aquele cuja parte que "cola" é transparente, daí não tem esse problema

      Excluir
  9. Acabei de ganhar de aniversario estou louca pra ler, mas to lendo outro agora quando acabar é o próximo da lista ;)
    Parece ser muito bom, ótima resenha

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Nunca li, aliás, quero muito ler os livros do JG, só li ACEDE e fiquei curiosa quanto aos outros livros. Eu não tinha nem ideia do assunto, mas queria ler e.e
    A resenha (e as fotos, como sempre <3 ) ficaram ótimas, acho essa capa bem mais bonita do que a outra, e a historia parece interessante.
    {acho que eu nunca me perdoaria se eu marcasse um livro com marcador, tenho dó demais ! :0 Muito corajosa você, eu cortei uns mil pedacinhos de papel e uso eles como marcadores para marcar essas frases legais , hahaha )
    beijos ♡
    likearocklikearoll.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Sempre tive vontade de ler esse livro, sou apaixonada pelos livros do John Green e acho que essa resenha me deu mais vontade ainda de ler haha.

    inventyourhappiness.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Preciso ler O Teorema Katherine e esse. Parece bom! Gostei da resenha e quero entender o nome do livro, hehe

    Beijos
    http://ignorantesedoces.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito da resenha! Tô loouca pra ler esse livro, gente! <3
    Beijo!

    http://blogforevermay.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. eu ja li , é pft dms <3 eu sou apx por Alasca, xiu :p

    ResponderExcluir
  15. É de longe, em disparada, com muita vantagem mesmo meu livro favorito do John Green, o cara e muito bom, mas preciso dizer que nesta história ele se superou. Alasca é tipo, minha heroína. Ela é imperfeitamente perfeita, sou apaixonada por aquele furacão.
    Beijos
    Quando 18
    Facebook Quando 18

    ResponderExcluir

© Conspirantes - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda Montt.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logoimagem-logoimagem-logo
voyeur porn porn movies sex videos hd porno video