27 de jul de 2013

Book: Ten Tiny Breath - K.A Tucker


Eu sou daquele tipo falastrão, que fácil, fácil tá emendando um assunto no outro e fazendo qualquer um rir e ficar meio atordoado, mas eu realmente não sei como começar isso. Admito que sou aquele leitor fantasminha nos blogs, deixando um comentário ali e outro aqui e foi assim com o conspirantes, até que eu comecei a me sentir BFF e me inscrevi pra equipe. Afinal, não serve de nada ter o que falar sem ninguém pra dizer. Eu sou a Tiffannyk e a partir de agora, vou comandar a categoria Resenhas e levar vocês através das letras e páginas do incrível mundo da literatura. Pra começar, um pouco de amor, por favor! Escolhi esse livro por ser intenso e divertido, e estou ávida por saber a opinião de vocês.



Nome: Ten Tiny Breath

Autor: K.A Tucker

Lançamento: 2 de fevereiro de 2013

Páginas: 256

Rating: 4/5

Sinopse: 
A vida inteira de Kacey Cleary desmoronou há quatro anos, em um acidente de condução por embriaguez. Agora ela está trabalhando duro para enterrar os pedaços deixados para trás, todos menos um. Sua irmã, Livie. Kacey pode engolir a desaprovação constante de sua tia Darla sobre seu estilo de vida autodestrutiva, ela pode se impedir de chutar e socar seu tio Raymond quando ele perde os fundos de faculdade das garotas em uma mesa de blackjack. Ela só precisa aguentar até Livie ganhar a maior  idade, e então elas poderiam sair de vez de Grand Rapids, Michigan.


Mas quando o tio Raymond desliza na cama ao lado de Livie uma noite, Kacey decide que é hora de correr. Armada com duas passagens de ônibus e o sonho de viver perto da costa, Kacey e Livie começam suas novas vidas em um complexo de apartamentos de Miami, com um proprietário mal-humorado, um pervertido no andar de cima e uma vizinha com um nome artístico perfeitamente escolhido para combinar com sua “profissão”. Mas Kacey não está preocupada. Ela pode lidar com todos eles. Ela não pode lidar é com Trent Emerson, do apartamento 1D.



Kacey não quer sentir. Não. É mais seguro assim. Para todos. Mas o sexy Trent, encontra uma maneira de entrar em seu coração insensível, reacendendo sua capacidade de amar novamente. Ela começa a acreditar que talvez possa deixar o passado onde ele pertence e começar de novo. Talvez ela não esteja além do reparo.



Mas Kacey não é a única que está quebrada. Trent, aparentemente perfeito, tem um passado imperdoável, que, quando descoberto, vai quebrar a vida recém-construída de Kacey e enviá-la de volta para a sufocante escuridão.



Meus hábitos literários mudam de tempos em tempo, algumas vezes são os livros policiais que estão na cabeceira, outras as biografias e os livros técnicos, mas entre uma leitura e outra, sempre têm um romance.
Desde que li o primeiro “New Adult¹”, eu entrei numa enxurrada de romances do gênero. Que não chegam a ser os livros hot’s da Lora Leigh², mas também não são histórias água com açúcar como os da Meg Cabot. Entre os cinco livros do gênero que eu li (um atrás do outro), Ten Tiny Breath foi um dos que eu mais gostei.

A história é cercada de dramas, que beiram o real e a ficção. O livro ainda não foi lançado no Brasil e é o primeiro de uma série, mas na internet dá pra achar ebooks por preços bacanas e traduções não oficiais.

Não é segredo nenhum, para ninguém que me conhece, que eu gosto mesmo é de um bom drama. Sabe aquele tipo de história em que o vilão é quase intocável, que nada parece dar certo, por muito tempo, na vida da mocinha? Então, quanto mais assim melhor. Por outro lado, eu sou bem chata. Têm de ter drama, mas não pode ser forçado, e Ten Tiny Breath é assim.

A vida de Kacey é uma verdadeira droga, depois que ela sofreu um acidente que matou quase todo mundo que ela amava. O trauma de ter ficado em meio às ferragens assistindo a todos ao seu redor morrer, enquanto esperava pelo socorro, fizeram a personalidade expansiva e alegre de Kacey murchar. E como uma boa mocinha cabeça dura, pra que tratamento pós-trauma? Na verdade Kacey teve uma boa luta com o último psicólogo. E ela se torna ainda mais durona, quando alcança no Kick Boxing, a paz e relaxamento que ela não encontra em nenhum outro lugar. 


É com a luta, que ela tem a força necessária para fugir de mais problemas e desembarcar em uma nova vida em Miami. E através de um senhorio durão, uma vizinha suspeita com uma filhinha fofa, um vizinho estranho e um nerd que tira seu fôlego e sua determinação, Kacey consegue ir reerguendo sua vida.
O que eu mais gosto nesse livro, é que as coisas não vão ficando cor de rosa da noite para o dia. Não, a autora trabalha bem as etapas que a personagem tem de vencer para chegarmos ao ápice do livro. Os personagens secundários são muito bem trabalhados, até pelo fato de ser uma série.

E a trama central? Dá até vontade de sair fazendo spoiler e contando qual é o maior drama do livro. Gostei muito da forma como foi exposto e explicado, as  coisas se encaixam de forma bem coerente.

E o Trent é um motivo a parte para ler esse livro. Ele é o típico mocinho perfeito, carismático, prestativo e bem misterioso. Até quando ele está sofrendo com seus próprios problemas ele consegue ser perfeito.

E se tudo que eu falei não for suficiente, leia o livro pela Mia. Ela é a garotinha mais fofa e sacana do mundo, não tem como não se apaixonar. Aliás, vai ser difícil não se apaixonar por todos os personagens dessa trama.


Ganhou quatro estrelinhas, por que não é um tipo de literatura que vai mudar a vida de ninguém. Nem acrescenta muita coisa, é o que eu diria mais do mesmo, porém muito bem escrito. E novinho em folha, lançado há alguns meses apenas. Não conheço muito da autora, mas seus livros de ficção cientifica/distopia, faz muito sucesso nos EUA.



¹ "New Adult é sobre a idade jovem-adulta, quando você é um adulto, mas não estabeleceu a sua vida como um (carreira, família, tudo o que você tem, etc.)."

² Lora Leigh é uma autora de romance erótico, nada como 50 tons de cinza, bem melhor que isso aliás, mas isso é pano pra outra manga. 

3 comentários:

  1. Fiquei bastante curiosa pra ler esse livro. Também tenho minhas fases como leitora, hora quero ler livros de investigação policial e outra hora que um bom romance pra ficar suspirando por aí hahahah De qualquer forma eu adorei a resenha <3
    Bisous
    needfulglam.blogspot.com
    www.facebook.com/needfulglam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena perder algumas horinhas nele Babi. Recomendo de verdade.

      Excluir
  2. bom parece ser bem legal o livro tenha um belo dia Queriida
    Beijos!
    http://maria-pensutti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Conspirantes - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda Montt.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logoimagem-logoimagem-logo