23 de jul de 2012

Alienação, manipulação e opressão

vi no LUN4TICS, adoro essa página
É inegável o tipo de sociedade que o mundo está transformando. Em uma aula de filosofia, chamaríamos isso de "predomínio do senso comum". Mas não é assim tão simples. Muito do senso comum é necessário. Isso- esse turbilhão de manipuladores, empurram para todos um padrão. Não digo simplesmente um padrão de corpo. Quisera ser tão simples e pequeno. Imagine algo mais abrangente, mas que não deixa de ser detalhado. Um padrão de vida, um molde de pensamentos. E bilhões de pessoas alienadas que aceitam tudo do jeito que está por preguiça, medo ou conformismo. E tem algo pior do que se conformar quando estão todos fodendo com sua vida?
O que predomina no mundo, só para começar? O que a mídia nos dá. O que passa na TV e todos adoram, idolatram. O que toca no rádio. A versão editada de um fato no ponto de vista favorável a quem apresenta uma notícia. 
Ninguém percebe- ou finge que não percebe. Isso é TÃO frustante! Como deixar que vivam sua vida? Como deixar que te manipulem? Como eleger alguém pra cuidar do futuro do país sendo que nem da própria comida sabe cuidar? E essas versões picotadas e favoráveis aos líderes políticos e religiosos que a mídia faz questão de espalhar. Ninguém quer saber "o outro lado".
O que você encara todo dia? Futilidade de gente que acha que encontrar o celular ou comprar uma roupa de marca são as coisas mais importantes do mundo. 
Algumas (breves e raras) pessoas inspiradas até chegam a parar e pensar "E por que me empurram esse lixo?" que podem ter seu momento anarquista, mas é só. Ninguém faz NADA. O momento de "está na hora de começar a agir diferente" acaba quando você deita. E esquece. Age como sempre agiu.
Não é só ouvir a música que divulgam desesperadamente para obter algum crédito, aquelas que dizem que o mundo está ótimo, como uma forma de sobrepor e ridicularizar as músicas que dizem com nexo que o mundo realmente está uma droga, mas tem como mudar. Mas quem quer mudar? Quem quer tomar partido? Pessoas que são tão inseguras que não conseguem organizar nem o próprio quarto, quanto mas um movimento! 
O Estado, a mídia, a igreja (não negue) manipulam a forma de pensar do homem de uma forma com que mudanças, anarquismo e radicalização são pecado. Tecem livros, regras e trechos para controlar e oprimir. Montam a sua personalidade, moldam a sua cabeça. Acredite ou não: são gerações focando a mesma coisa.  A religião impede o pensamento livre- quantas vezes você não viu coisas relacionadas a religião versus educação? Quem estuda demais, quem pensa demais, perde a fé... Interessante relação, não? Inversamente proporcional- mesmo que não seja proporcional, em todos os casos.
Ninguém se importa com educação ou aprender alguma coisa na vida- quantas vezes você não viu, ou até mesmo falou que queria menos aula, mais férias, "uma aula que comece as 3 e termine as 3:05"? Que tudo é uma droga?
E fazem conspiratoriamente decisões prévias que nos deixam sem opção... Ninguém vê além do que te mostram. Será que é só isso mesmo?
Novelas e programas que te deixam retardado e alienado. Músicas que te fazem aceitar tudo, simplesmente. Divulgando apenas o que convém, moldando um mundo cinza, onde todo mundo é igual.
Ninguém se choca. Tudo está certo, simplesmente. É normal. Poxa, ele foi assassinado? Se droga? Tentou se matar? Que pena, acontece, né? Ninguém se importa. "Bebo pra esquecer os problemas", porque ninguém tem coragem de enfrentar. Essa é a nossa realidade. E todo mundo simplesmente se conforma.




Tem tantas imagens sobre isso que dá para montar um livro.

Não seja assim. Não engula o que te mandam. Não seja um otário, não seja só mais um. Mas isso é normal. Ninguém se importa.
E não tenha preguiça de ler esse texto pra comentar merda- é mais importante que sua aba em um site sobre tendências ou a nova fofoca de alguma banda que está na moda.

14 comentários:

  1. Legal esse texto, gostei. Tudo isso é pura verdade. A sociedade devia tomar uma atitude e encarar a realidade.

    Bjos

    http://diario-da-maaah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. gostei do texto, tem muita gente assim. e ri com o final. "não tenha preguiça de ler esse texto pra comentar merda- é mais importante que sua aba em um site sobre tendências ou a nova fofoca de alguma banda que está na moda."
    bjs
    http://avidademalu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eeei, tá tendo sorteio lá no Boys Attitudes! Quero te convidadar a participar!Te espero lá!! ;)
    http://blogger-boysattitudes.blogspot.com.br/2012/07/sorteio-eu-quero-um-ipad-ou-iphone.html

    ResponderExcluir
  4. Bom, o mundo está uma bagunça SIM, e não podemos resolver isso apenas "dançando até o mundo acabar" como a música da Britney Spears (muito filosófica por sinal) sugere. Não devemos apenas nos reprimir, abaixar a cabeça e dizer sim, o mundo está uma merda. Acho que mais vale uma influência que lhe desafia do que aquela que lhe faz ficar parada. Prefiro seu texto do que qualquer outro post idiota sobre "como usar meias". Muito bom, bem inspirador!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. "O que você encara todo dia? Futilidade de gente que acha que encontrar o celular ou comprar uma roupa de marca são as coisas mais importantes do mundo."
    Acho que eu nunca li um texto tão verdadeiro como esse.
    Hoje em dia não são só os adolescentes que se encontram em toda essa futilidade, o mundo inteiro esta assim, todo mundo reclama de alguma coisa mais ninguém meche um dedo sequer pra mudar.
    O que antes era um horror, hoje é normal, não posso negar, quantas vezes não vi em um noticiario pessoas morrendo, roubando e assassinando e considerei isso normal? Nós nos acostumamos com tudo o que acontece, e isso realmente não esta certo!
    Adorei o texto :)

    ResponderExcluir
  6. O maior erro do ser humano é não saber o poder que ele tem nas mãos. Se nós nos uníssemos, e quiséssemos DE VERDADE, poderíamos virar o mundo de cabeça pra baixo e termos ele na palma de nossas mãos. Porém, entretanto, a mídia não deixa nem a maioria das pessoas enxergar isso.
    Mas sabe que eu não jogo toda a culpa encima da mídia? É uma puta falta de interesse da sociedade, que engole tudo o que lhe mostram.

    Esse é um assunto muito complexo e eu poderia fazer um post via comentário IEGFOIEBOSHANPDOS
    BJ

    ResponderExcluir
  7. POxa, falou tudo. como se diz: "tirou as palavras da minha boca" haha
    gostei, gostei THIS
    Talita F. Girl

    ResponderExcluir
  8. Amei seu espaço e tudo por aqui...inclusive as dicas...tudo de bom..

    Seguindo vc..espero uma visita, tá..se gostar me siga tbm...

    Um beijo e um sorriso

    http://elielmavasconcelospink.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Concordo total o problema é o povo perceber oque esta acontecendo e tomar uma atitude , por que é fácil falar que o mundo ta uma merda agora ir la e plantar uma arvore uma unica arvore pra ajudar ai já é mais , affu' para né ?

    inovando-sz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Tá,li todo o texto,concordo plenamente mas você não falou as pessoas COMO elas poderiam mudar,apenas acusou e acusou,com raiva (como não ter,mas tudo bem).Acho que você poderia ter apontado formas de como mudarmos em meio a esse universo tão controlador e manipulador.Todos estão em uma fileira,as pessoas são fabricadas em série,muito triste isso.Não sou a perfeita para escrever ou expressar minha opinião (ngm é!).Não comentei com meu login porque realmente,é difícil expressarmos a opinião e darmos a CARA A TAPA.Parabéns pra você que conseguiu isso.Mas penso,mudar sim mas começar MUDANDO O QUE? Deixar de ouvir a banda do momento,de vestir roupas da moda? Não adianta somente mudar isso,temos de mudar nossa forma de pensar.Bjs

    ResponderExcluir
  11. Muito triste isso mas é a realidade...
    Obrigada pela visita!
    Bjooks ;)

    www.caprichanobrilho.com
    @brendinhacnb

    ResponderExcluir
  12. Faz um bom tempo que acompanho o conspirantes, e percebo que ele fica cada vez melhor, sempre fui uma leitora anonima, mas, às vezes temos que mostrar nossa voz. Um tempinho atrás postei um texto no meu blog (que não é muito bom) sobre a música e a mídia, nosso conformismo diante daquilo que nos impõem e a alienação que as músicas de letras podres fazem na cabeça de muitas pessoas. Moro em uma pequena cidade de Santa Catarina, aqui tá na moda fazer greve, mas, ninguém protesta e tudo é em vão, é muito fácil cobrar do governo e ficar sentado pedindo seus direitos, em vez de ir atrás e lutar, quando se estuda as revoltas ocorridas na republica velha percebe-se que os brasileiros lutavam pelos seus direitos, mas agora espera sem fazer nada que seus problemas se resolvão sozinhos, que os governadores corruptos saiam por livre e espontanea vontade, que os ladrões se entregem, etc. Sobre religião não tenho muito a dizer, sou católica por inluencia da familia, e atualmente não sei no que acredito, se é que acredito em algo. O anarquismo é um exemplo de movimento, muitas bandas punks da década de 70 aproveitaram a rebeldia que cercava os jovens e fizeram músicas protestantes falando de aborto, altos impostos, governantes incapazes, violencia, religião, etc. O album The Clash da banda de mesmo nome, é um exemplo de álbum com letras ótimas apesar de um pouco repetitivas. Fico muito feliz por não ser a única a pensar assim, o meu texto, vou deixar o link, eu fiz para o colégio e tive que apresentar para a turma, muitas pessoas dizem que concordam mas poucas dão a cara a tapa para divulgra e expressar isso, e como dizem uma andorinha só não faz verão (velho eu sei), por isso fico feliz em achar blogueiras como você que realmente aproveitam seu blog para falar sobre coisas mais importantes do que o novo cabelo da Katy Perry. Em fim, sei que o comentário ficou gigante, ta mais para um post, nem sei se você vai ler, mas se quiser ler meu texto ta aqui o link:
    http://meu-finalfeliz.blogspot.com.br/2012/07/musica-midia-influencia-protesto-e.html#comment-form
    E parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  13. Cara, foda pra caralho esse artigo. Sério. Eu fico horas pensando sobre isso.
    O mundo é uma merda. E ponto final. Infelizmente, é como você falou: algumas pessoas pensam sobre isso, mas depois deixam pra lá. E na boa, sinceramente e infelizmente, esse é um tipo de coisa que SEMPRE vai acontecer. As pessoas sempre estarão acomodadas, e conformadas. Sempre estarão submetidos à essa merda achando que está tudo perfeito. MAS NÃO ESTÁ!
    O importante é que, ainda existem pessoas com cabeça o suficiente pra alertar quem está em volta de nós o que está acontecendo.
    Mas mudar alguém é algo que jamais irá partir de nós, sabe porque? Porque somos apenas pessoas "rebeldes" no meio desse bando de ladrões, e nesse bando de manipuladores.
    AH, FODA-SE TUDO. Esse assunto é muito complexo, e é impossível chegar a uma conclusão sem deixar ninguém ofendido, ou me perder no meio da conclusão ¬¬'
    adorei u-u
    beijos.
    Amanda - Doce Diário

    ResponderExcluir
  14. Cara, como é que eu comento aqui? Cadê a voz, o pensamento? Cadê? Sumiu. Sumiu, de envergonhado, de impactado, sumiu esmagado.
    Sufocado porque seu texto tem toda razão e sufocado porque nada do que eu comentar vai ajudar em alguma coisa, pois um pontinho na imensidão da sociedade e do conformismo...
    Infelizmente - e põe infeliz aí - praticamente todos nós aceitamos isso. Ponto. Não vou desmerecer seu texto magnífico e despertador (sério Amanda, lindo demais), mas "as pessoas só enxergam o que elas querem ver".
    E, lógico, não vou ser tão pessimista aqui desse jeito. NÃO PARE DE SER ASSIM, NÃO DEIXE QUE NINGUÉM TE PARE.
    Quem sabe se a geração jovem de hoje acordar - tsc, tsc, tsc difícil .-. - façamos alguma revolução?!
    Eu ainda tenho esperança que, mesmo havendo uma minoria pensante, possamos mudar nem que seja mais um.

    Amei o texto, sem mais.
    http://loucosinformados.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Conspirantes - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda Montt.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logoimagem-logoimagem-logo
voyeur porn porn movies sex videos hd porno video